Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Pesquisar

 



Montagens para a pesca ao corrico de costa

Sexta-feira, 27.09.13

As montagens para o corrico devem ser feitas tendo em vista três objectivos fundamentais: Serem de rápida execução e permitirem a sua fácil substituição em caso de necessidade; Serem capazes de evitar os enrolamentos de linha que poderão surgir quer por acção do próprio mar, quer por acção das amostras que utilizamos; Serem resistentes e sólidas, transmitindo ao pescador a segurança necessária.

 

Montagem 1

 

Para esta montagem apenas necessitamos de dois pequenos acessórios. Um destorcedor DBC, por onde passamos as duas laçadas e um destorcedor simples de alfinete, onde prendemos a chumbada ou a bóia de água. O destorcedor ficará assim a trabalhar livremente no fio, tanto na vertical, como com liberdade total para rodar em todos os sentidos. 

 

Montagem 2

 

Para esta montagem usamos um destorcedor triplo, especialmente concebido para a pesca do corrico ou buldo. O destorcedor tem uma argola maior em que se coloca um clip, ao qual se prende a chumbada ou a bóia de água.

Se utilizarmos chumbadas com argolas em arame (aconselho), podemos optar por clips mais pequenos, ou em alternativa, chumbadas com argolas de chumbo ou bóias de água maiores, mas teremos de colocar um clip de maiores dimensôes.

 

Montagem 3

 

Esta é uma montagem muito semelhante à primeira, com a única diferença de que aqui temos que utilizar duas pérolas de travamento no meio das quais colocamos um destorcedor rolling para prender o estralho. No final da laçada dupla colocamos o destrocedor com alfinete para prender a chumbada ou bóia de água.

 

São as sugestões para as montagens, agora existem outros factores importantes para o sucesso nesta modalidade. Ficará para outro post.

 

Alguns conselhos:

A preparação é fundamental. O trabalho de casa permite ganhar tempo precioso na pesca, nomeadamente na preparação das amostras.

Atenção ao comprimento dos estralhos. Devem ter amostras preparadas com estralhos de comprimento diferentes para se mudar rapidamente, caso se justifique.

Quando não se tem a certeza do fundo em que pescamos, convém optar por fazer os lançamentos iniciais com estralhos mais finos e amostras mais baratas.

 

Boas pescarias!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Silva às 10:39


Tradutor/Translation
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified


Informação útil

windguru

hidrografico

Em Defesa dos Oceanos

greenpeace

Comentários recentes

  • Mauro

    Do best que ja vi na net...partilha de tecnicas e ...

  • Abilio Pires

    Caro senhor,Que bóia me aconselha para aguentar um...

  • João Silva

    Já há novidades?

  • Pedro Franco

    Ora ai está alguém que conhece a costa da Ericeira...

  • João Silva

    Tenho andado um pouco ausente, tanto do blog, como...


A Ter em Conta!



miarroba.com

CURRENT MOON

subscrever feeds


Contacto: silva.joaodiogo@hotmail.com